Sou da duvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por está terra... honrando sua tradição!"


sábado, 2 de fevereiro de 2013

Há tempos eu não chorava




Há tempos eu não chorava

Estás a ver se disfarças?!...
Esta lágrima no teu olho
Há tempos eu não chorava!...
Isso sim era desgosto.

Eu... eu queria... um beijo,
Não ousava ir buscar
De tanto querer, e como queria...
A boca que eu perdia!

Vê lá… Pensa bem no que vais fazer!

Se desejares sem querer,
Se quiseres sem desejar,
A quem possa dizer
Que nunca haverás de chorar.

Há tempos eu não chorava...
Isso sim era desgosto!
Se quiser disfarçar, disfarça
E da boca... não saiba o gosto.

Quanto a mim… às vezes penso
Asseguro-lhe que é verdade!
Mais vale levar um tapa
Com a boca adocicada,
Que ficar parado na vida,
Dando adeus da estrada.

Há tempos eu não chorava!...
- isso sim era desgosto -.